Verde Centenário

Por Localização

Data

Localização

Quantidade

24/10/2009

Área verde do Residencial Valquir Resende

101

-

Bairro Icaraí - Ferdil Verde

40

-

Depósito Ideal

15

-

Área do João Grande

80
02/10/2009 à 28/11/2009

Parque da Ilha

170

-

Ações Comunitárias PAC

10

-

Contorno do Condominio Jardim das Acácias

53

25/01/2010 Plantio no Lago das Roseiras 665

09/07/2010

Projeto de Restauração da Área da Pista de Skate no Parque da Ilha

103

22/09/2010

Plantio de mudas no Parque da Ilha - Dia da Árvore

31
19/10/2010 Plantio de mudas no aterro controlado 140
21/10/2010 Plantio de mudas no Condomínio Jardim Belvedere 30

-

Total

1438

 

Por Espécie

Data Espécie Quantidade
- Ipê mirim 239
- Quaresmeira 198
- Oiti 37

-

Escumilha-africana

41

-

Manacá da serra

45

-

Aroeira-salsa

120

-

Flamboyant Mirim

25

-

Bilosca

5

-

Sangra d'agua

1

-

Acerola

1

-

Pau-ferro

15

-

Mangueira

4

-

Leucena

15

-

Urucum

1

-

Eritrina

5

-

Cipreste

9

-

Palmeira Imperial

4

-

Murta

29

-

Ipê-Gigante

19

-

Ingá

130
-

Ipê-amarelo

190
-

Ipê-rosa

60
-

Ipê-roxo

40
-

Paineira

35
-

Cedro

75
-

Goiabeira

10
-

Jenipapo

55
- Pau-Brasil 1
- Resedá 29

-

Total 1438
Última atualização em Sex, 04 de Novembro de 2011 10:32

A secretaria municipal de Meio Ambiente, com o apoio do Rotary Leste e do Grupo Educação Ética e Cidadania – GEEC está implantando em Divinópolis o projeto Verde Centenário.
Um dos objetivos do grupo é o plantio de 100.000 (cem mil) árvores até o dia 1° de junho de 2012.
De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente e Políticas Urbanas outra parte deste projeto será a criação de espaços verdes no município, em áreas públicas e privadas, que saerão ambientadas como jardins. Ele também informou que com a aprovação da deliberação normativa do Codema, todos as novas construções em Divinópolis deverão ter o Termo de Orientação de Plantio – TOP, onde ao entrar com um projeto de construção o empreendedor será orientado de que seu empreendimento deverá contar com árvore no passeio.

Meio Ambiente implantará o projeto Verde Centenário Os fiscais de prefeitura deverão comparecer aos locais dos novos empreendimentos e após análise, vão sugerir a espécie e quantas árvores deverão
ser plantadas. Para retirar a Certidão do Habite-se e/ou o alvará de funcionamento de um estabelecimento comercial, todos deverão ter o TOP. 
“Os proprietários de imóveis em Divinópolis, comerciais ou não, tem que estar cientes, todo imóvel tem que ter uma árvore e tem que cuidar dela. Isso é civilidade, é urbanismo e é qualidade de vida. Aqui todos tem que mudar a cultura e saber que uma árvore pode combinar sim com a frente de uma loja. Pode-se escolher a espécie ideal ou fazer pequenos jardins. Sabemos que teremos atritos, mas estamos preparados para isso”, salienta o secretário de Meio Ambiente.

 

Retirado do Jornal oficial do Município Edição nº 476 - Ano VI - De 25 a 28 de março de 2010

sample.jpg

O projeto Verde Centenáriio cuja meta é o plantio de 100.000 arvores em Divinópolis é uma iniciativa do jornal Águas Claras, publicação que se tornou instituto, em parceria com o Rotary Clube Divinópolis Leste e Prefeitura Municipal.

Os trabalhos, em franco andamento, tem uma metodologia moderna com supervisão da secretaria municipal de meio ambiente  secretário, Pedro Amaral Coelho responsabilidade técnica da engenheira Ana Carolina Ribeiro de Castro, e  com o apoio do prefeito Wladimir Azevedo. Quanto ao Rotary Clube, destacamos o trabalho incansavel de seu presidente Paulo Roberto Ramos que tem possibilitado parcerias de fundamental importancia para o bom exito do projeto. O GEEc entidade mantenedora do Instituto Ambiental Águas Claras oferece plenas condições de trabalho, apoio e logistica sem os quais não seria possivel a realização. Um projeto cuja envergadura pode pela atuação dos envolvidos colocar de forma indelével suas marcas na história da cidade, uma vez que propõe  a recuperação da cobertura vegetal urbana com enfase nas arvores de ruas avenidas e praças, como tambem da micro bacia do Itapecerica recuperando areas de recarga,  vegetação de nascentes e matas ciliares. O exito do projeto deve sobretudo, colocar Divinópolis como referencia em cobertura vegetal propiciando para esta e para as futuras gerações e este é o objetivo principal, um ambiente  muito mais equilibrado, vez que mais arborizado.

O Verde Centenário é  a união das forças publicas e organizações civis visando despertar nos cidadãos a ação de gestão pró-ativa no espaço em que vivem. Possui foco na seara ambiental urbanística, propiciando à comunidade um instrumento de transformação interna e externa.

Entre seus objetivos citamos o plantio de 100 mil árvores até 1 de junho de 2012, a criação de espaços verdes em várias localidades do município, a formação de gestores de mudanças e o fomento a governança participativa.

Os espaços verdes são jardins criados em imóveis públicos ou particulares, situados em várias localidades do município, com a função de servirem como sedes do Programa Verde Centenário. São nestes espaços que acontecerão a formação educacional dos gestores de mudanças.

A formação de gestores de mudanças ocorrerá de forma gradativa através de capacitações formais e experiências assimiladas durante o transcorrer de realização do Projeto. O envolvimento do corpo docente das escolas municipais facilitará as ações integradas entre órgãos públicos e comunidade.

A governança participativa acontecerá de forma espontânea com o envolvimento dos moradores nos temas debatidos nos espaços verdes e nas ações de melhorias locais definidas pela própria comunidade partcipante.

Os espaços verdes contribuem para a caracterização da paisagem urbana nas suas componentes ambientais, formais, estéticas, vivenciais, lúdicas e recreativas. São nestes jardins que as crianças terão oportunidade de andar descalças, alimentar pássaros silvestres e se sentirem integradas em um ambiente in natura.

O projeto prevê ainda a recuperação de matas ciliares visando desacelerar o processo de assoreamento dos cursos d’água e a reintegração de espécies da fauna local e sua conseqüente participação no processo de propagação das espécies vegetais reintroduzidas.

A realização deste projeto é de fundamental importância para a revitalização da nossa cidade, proporcionado uma melhor qualidade de vida para os seus moradores e para as gerações futuras.

Outro ponto altamente positivo é de cunho social, uma vez que o mesmo prevê a participação da população, através do apadrinhamento de árvores plantadas próximas às suas residências. O envolvimento da população é ponto determinante para a proteção tanto dos elementos da flora como da fauna, tornando o projeto viável, na medida em que conta com monitoramento, diuturno, além da assistência aos espécimes em períodos de rigores climáticos, especialmente na fase inicial de seu desenvolvimento.

O êxito do projeto terá como um de seus resultados a mudança na concepção homem-natureza da população, permitindo que cada indivíduo entenda-se como parte integrante do sistema, e não algo fora dele. O despertar para o pertencimento enriquece a relação homem-ambiente na medida em que o torna agente integrado de transformação social e canaliza seu potencial criativo para o ambiente em que está inserido.

Parque da Ilha recebe 100 novas árvores

Atividade do Verde Centenário vira tema de gincana do Pró-Adolescente

Na última sexta-feira, 9 de julho, o Projeto Verde Centenário, uma iniciativa do GEEC em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Políticas Públicas e o Rotary Divinópolis Leste, que lançou o desafio de plantar 100 mil árvores em Divinópolis até o Centenário, realizou mais uma grande ação. O Programa Pró-Adolescente, também uma parceria entre Administração Municipal e o GEEC aderiu ao desafio. Na ocasião, os 100 adolescentes que compõem o projeto estiveram no Parque da Ilha onde foram plantadas 100 árvores.

A atividade fez parte da Gincana Anual do Pró-Adolescente, a qual divide os jovens em 6 equipes. Cada uma realizou o plantio de 15 mudas e outras 10 foram plantadas por convidados, como o secretário de Meio Ambiente e Políticas Urbanas, Pedro Coelho, o secretário de Esportes, Rômulo Duarte, alem do vereador Rodyson do Zé Milton, representando o Poder Legislativo, e do gerente da Secretaria de Inclusão Social, Alisson Duarte. Também participaram da atividade membros da Comissão do Centenário, o presidente Rui Tavares e Cíntia Alencar, secretária executiva.

Imagem_007

Estiveram presentes representantes do Poder Executivo e Legislativo, além de sociedade civil e demais autoridades. Segundo o coordenador do Pró-Adolescente, Randal Wender, a atividade com os adolescentes é de suma importância para a formação dos mesmos enquanto cidadãos. “O objetivo é incentivar os jovens para a necessidade de preservação da natureza”, reforça.

Para Laís Carvalho, integrante do Pró-Adolescente, a atividade de plantio é muito interessante. “Esse tipo de ação acrescenta e constrói a consciência ambiental do jovem de maneira mais ativa, porque com isso ele coloca a mão na massa de verdade”, destaca a jovem, que também contribuiu para a arborização do Parque, plantando sua muda no local.

Imagem_066

As atividades seguiram por todo o dia com práticas esportivas, lazer e interação entre os jovens do Programa.

Na entrada do parque foi feito um trabalho de paisagismo com quaresmeiras e ipês.

Página 1 de 2